segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Fátima - Portugal (II)


Eis minha Mãe!


Meu peito estufado ficou... emocionada demais na oração do Terço e da Santa Missa...


Minhas amigas Xunandinha e Ailime foram meus anjos que amparam-me...


Cristo, princípio e fim do caminho.
O pensamento do cristão sobre o mundo encontra no Calvário o lugar da nova árvore da vida na qual cada batizado se torna membro da igreja, envergando a veste branca que o revestirá ao longo de um caminho iluminado pela chama da fé.

























Os pés peregrinos
Os diferentes sulcos que os passos trilham desenham os vários caminhos para chegar à meta. Os pés dos que peregrinam são multicolores: têm tantas cores quantas as cores dos corações. Também eles grávidos de dores e de alegrias, de cotidianos necessariamente itinerantes. A humanidade é, de fato, peregrina.































Rezamos por todos amigos blogueiros, familiares e amigos...










O alimento da jornada: a Palavra e o pão repartido.

Em comum com outras formas de entender a vida, também os cristãos acrditam que é Deus o sustento da jornada do peregrino. Contudo, a leitura da vida à luz de Jesus Cristo para além de assumir que Deus é alimento assumem também que é alimento repartido. Estão, assim, todos convidados para a ceia que inaugura o 'mandatum', o mandamento novo do amor até o fim, lei cuja imagem mais expressiva é a do lava pés traduzido nas obras reais do agir cotidiano.


































Cristo, prêmio e coroa da vida!
Metáfora da vitória, a coroa é usada dentro e fora do contexto bíblico, como imagem da recompensa pelo caminhar do peregrino na senda do bom combate. A leitura cristã mostra-a como prêmio do alto a assinalar a plenitude da vida em Deus. Está a todos destinada a coroa que é Cristo, Aquele que em Sua Mão transporta o Evangelho do Calvário.
A Virgem Maria, que jamais maculou a veste branca e sempre se fez clarão da Luz de Deus, que se alimentou da Palavra e se fez portadora de Cristo, que serviu o próximo segundo o código das bem aventuranças é para o peregrino a garantia de que é  possível alcançar a meta. Por isso a sua imagem é coroda, porque a Mãe de Deus é o modelo e a figura da Igreja na ordem da fé, da caridade e da perfeita união com Cristo.
(Lumen Gentium)
















Fátima, Portugal: uma realidade mística inimaginável!
Obrigada, meu Senhor e meu Deus pelo sonho realizado...
A primeira experiência mística mais forte que já tive...

Foi tão maravilhoso que desejo voltar lá um dia se Deus me abençoar!
Um dia inteirinho só foi pouco...
Bênçãos derramadas em profusão...
Estávamos radiantes, as amigas Xunandinha e Ailime também... bem como seu esposo amável em presentear-nos com tal passeio...



Obrigada, meu Deus, por tamanha Graça recebida.






3 comentários:

  1. Maravilhosas fotos e visita santificada! Valeu tudo e ao final, o cafezinho com as queridas amigas! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais! As imagens emocionam, imagine lá! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  3. Jesus, nosso fim, meta e prêmio, além tbm de ser o Caminho! Maria vai conosco,nos auxiliando e amparando. Aliás, costumo sempre me ver como que de mãos dadas a ela. Uma mão na Dela, outra na de Jesus. E assim vou indo feliz e perseverante.
    Abençoada sejas! Bjk...

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua alegria em viajar comigo.