domingo, 19 de fevereiro de 2017

#52semanasdegratidão 6

Começo com o texto que encabeçou meu primeiro blog em 2008...


EM TUDO SEJA DEUS GLORIFICADO!
 (S. Bento)

Um amigo meu comprou uma casa velha demais de um século, conservada, como muitas que existiam naquela região. Muitas coisas a serem consertadas. Tudo teria que ser pintado de novo.
Antes de pintar com as cores novas, ele achou melhor raspar das paredes a cor velha, um azul sujo e desbotado. Raspado o azul, abaixo dele surgiu uma cor rosa, mas velha ainda que o azul. Raspou-a também.
Aí apareceu o creme e depois dele surgiu uma cor rosa, mais velha ainda que o azul, raspou-a também. Aí apareceu o creme, e, depois do creme, o branco.
Cada morador havia coberto a cor anterior com uma cor nova e assim ele foi indo. 
Pacientemente, camada por camada. Queria chegar à cor original, que apareceria depois que todas as camadas de tintas fossem raspadas. Finalmente o trabalho terminou.
O que encontrou foi uma surpresa inesperada que o encheu de alegria. Mais bonito que qualquer tinta: madeira linda, o maravilhoso pinho de riga, com nervuras formando sinuosos arabescos cor castanha contra um fundo marfim.

Parábola: somos aquela casa ao nascer, somos pinho de riga puro. Mas logo começam, demãos de tinta.
Cada um pinta sobre nós a cor de sua preferência. Todos são pintores: pais, avós, professores, padres, pastores. Até que o nosso ser verdadeiramente desaparecer.
Claro, não é com tinta e pincel, é a fala. São as palavras.
Falam, as palavras grudam no nosso ser, entram na carne, ao final, o nosso ser está coberto de tatuagens da cabeça aos pés.
Educados, quem somos?
"O intervalo entre os nossos desejo e aquilo que os desejos dos outros fizeram de nós." Responde Álvaro Campos.


“Procuro despir-me do que aprendi. procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram e raspar a tinta com que me pintaram os sentidos.
Desencaixotar minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu, não  ALBERTO CAEIRO, mas um animal humano que a natureza reproduziu. Mas isso (triste de nós que trazemos a alma vestida!) exige um estudo profundo, uma verdadeira aprendizagem de desaparecer." 
Uma desidentificação.




Minha sexta semana de gratidão a Deus pelas férias que se estendem ao longo de fevereiro...




Sou um barco esquecido na praia...















































Foi uma semana de lutas e provações em todos os sentidos até porque o Estado do Espírito Santo onde estive nesta semana, passou por inúmeros conflitos e pude sentir na pele o que é estar prisioneira sem sê-lo... uma semana sem sair de casa quase... Retornei de Vila Velha e o jeito foi o refrigério na roça... o que me fez muito bem...

Primeira participação:


Segunda participação:


Terceira participação:


Quarta participação:



Quinta  participação:


Sexta participação:



Sétima participação:


Oitava participação:


Nona participação:




Décima participação:


15 comentários:

  1. Lindas férias e pena essa situação no ES. Ainda bem que fugiste pra roça...Bela saída e motivo a agradecer!" bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Férias merecidas e agradecer faz de si uma pessoa melhor!!!bj

    ResponderExcluir
  3. OLÁ QUERIDA Rô, Que belas fotos e que bom que tenha alguém para fugir para a roça, eu só gostava de ter um forno assim e só tenho uma lareira e uma grande chaminé que não uso para fazer fogo ,mas sim como dispensa, para guardar ferramentas, beijinhos e um forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Amiga,
    Fotos maravilhosas das suas férias. Graças a Deus que teve esse refugio para se "esconder" dos acontecimentos no ES.
    Graças a Deus que tudo está voltando ao normal.
    Agradecer, sempre, a Deus por tudo.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Tudo isso é muito lindo o que nos mostra da sua viagem. Realmente no nosso país existem muitas belezas. Somos por assim de dizer abençoados. Pena que alguns não possuem a capacidade de ver isso porque só pensam nos proprios interesses. Mas isso é outra história que com certeza está nas Mãos da Justiça Divina. Obrigada pela oportunidade de conhecer lugares tão lindos.
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  6. Rosélia obrigada pela visita lá no blog! Quanta beleza nesta terra de nosso Deus! Muita gratidão pela natureza, pela vida e pela felicidade de poder viajar. Paz e Bem! Bjs Nice.

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga, a sua cara de felicidade nas várias fotos que partilha connosco, revela umas férias de fé, paz, amor, comida gostosa e muita felicidade.
    Fico muito feliz por saber que está bem e que continua esse caminho lindo da partilha e do amor.

    Um beijinho com muito carinho

    Fernanda

    ResponderExcluir
  8. Olá Rosélia em primeiro lugar, fico feliz de saber da volta da normalidade no ES um estado que tenho forte ligação por ser ter as praias dos mineiros, pela ligação via férrea entre minha cidade e Vitoria com o minério de ferro. Uma cidade que já tive bons momentos no passado.Que esta calma possa ser real e que tais episódios não se repitam apesar de estar entre as capitais violentas.
    Bem suas férias venho acompanhando pelo Instagram com suas belas imagens. E gratidão sempre minha amiga, por poder estar nesta ligação. De tudo fica em mim das fotos a parte da roça, que é uma saudade constante em mim. A imagem do fogão à lenha então em faz viajar no tempo para junto de minha avó.
    Bela postagem amiga e que possa seguir seus caminhos de expansão de amizade e amor ao próximo como tão bem tem feito.
    Um abração com carinho.
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  9. Rô querida, que parábola linda, de fato nascemos perfeitos e a vida nos vai dando demãos de tinta a cada dia vivido, experiências boas e más, algumas cores são feias, outras alegres, mas se rasparmos com cuidado ao fundo de nós mesmos, perceberemos então, a grande beleza que existe lá, embora esquecida pelo tempo. Desfrute suas férias e que Deus esteja sempre contigo, bjuivos no coração.

    Loba.

    ResponderExcluir
  10. Aproveite bem as férias, descanse, relaxe, sinta a presença de Deus aí nessa terra linda!

    Boa semana!!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Rô!
    Linda mensagem!
    Somos como diamantes brutos a serem lapidados!
    essa situação no Espírito Santo está ficando insustentável!
    Que o Senhor tenha misericórdia.
    bjooo...

    https://devaneiosdocotidianoo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Rosélia, tenho que refletir um pouco sobre seu texto. Que tinhas será que foram aplicadas em mim? Que tinhas estou aplicando nos meus filhos... Gratidão por compartilhar essa história conosco. Belas fotos!
    Um beijo
    www.acasadaritablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Somos moldados pelo mundo ao nosso redor, e em meio a tantas regras, ideologias, crenças que nos são passadas por gerações... Quem realmente somos? Bela Reflexão!

    ResponderExcluir
  14. Rosélia, bella mia!
    Tu tens um sorriso para nunca se perder, um verdadeiro portal que e abre para a amorosidade! Tu nacestes para espalhar amor!
    O bolinho de bacalhau é meu, eu comi tudo sozinha ahahaha.

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua alegria em viajar comigo.